Sobre o Autor

Roberto de Sousa Causo é autor dos livros de contos A Dança das Sombras (1999), A Sombra dos Homens (2004) e Shiroma, Matadora Ciborgue (2015), dos romances A Corrida do Rinoceronte (2006), Anjo de Dor (2009) e Mistério de Deus (2016), e do estudo Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil (2003), que recebeu o Prêmio da Sociedade Brasileira de Arte Fantástica.

Seus contos, mais de oitenta, foram publicados em revistas e livros de onze países. Foi um dos três classificados do Prêmio Jerônimo Monteiro (1991), da Isaac Asimov Magazine, e no III Festival Universitário de Literatura, com a novela Terra Verde (2000); foi o ganhador do Projeto Nascente 11 (da USP e do Grupo Abril) em 2001 com O Par: Uma Novela Amazônica, publicada em 2008. Completando um trio de novelas de ficção científica ambientadas na Amazônia, Selva Brasil foi lançado em 2010.

Causo escreveu sobre os seus gêneros de interesse para o Jornal da Tarde, Folha de S. Paulo e para a Gazeta Mercantil, para as revistas Extrapolation, Science Fiction Studies, Cult, Ciência Hoje, Palavra, Zanzalá e Dragão Brasil.

Segundo a Terceira Edição (online) da Encyclopedia of Science Fiction, “Causo é prolífico e sua obra é variada… Um promotor incansável da ficção científica e da literatura de gênero no Brasil, o trabalho de Causo exemplifica o foco nacional da Segunda Onda [da Ficção Científica] do Brasil.” O jornal Zero Hora o chamou de “um dos brasileiros de maior reconhecimento na literatura fantástica”, enquanto A Tarde disse que “Roberto de Sousa Causo é um dos mais atuantes escritores brasileiros de FC, horror e fantasia”, e o Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica o chamou de “um dos mais importantes nomes da FC brasileira . . . [com] uma trajetória que se confunde com os vários momentos do gênero no Brasil nos últimos trinta anos.”