Novidades no site de Vagner Vargas

O início de 2017 traz novidades no site pessoal do nosso parceiro de criação e webdesigner Vagner Vargas.

 

A revista francesa Galaxies N.º 34 trouxe ilustração de capa de Vagner Vargas e um perfil do artista.

Tenho insistido que Vagner Vargas é o melhor artista brasileiro dedicado à ficção científica. Um ilustrador completo, domina figura humana, design técnico, paisagem e atmosfera. Em 2015, ele teve um perfil publicado na revista francesa Galaxies N.º 34 (que apresentou um dossiê sobre a ficção científica brasileira). O site atualizado traz ilustrações feitas por Vagner para livros de mestres da FC nacional e internacional, como Arthur C. Clarke, Bruce Sterling, Jean-Pierre Laigle, Jorge Luiz Calife e Orson Scott Card.

Entre as novidades estão ilustrações feitas para as capas dos romances de ficção científica hard Evolução e O Elo (lançados em 2015), de Henrique Flory; uma atmosférica arte para um conjunto de cards lançado pela Devir Brasil com o tema “zumbis”; deslumbrantes trabalhos pessoais com algo de surrealista; e a adorável arte digital que eu reproduzo abaixo. Ela será capa da antologia Possessão Alienígena, organizada por Ademir Pascale, e inspirou o meu conto de Shiroma, Matadora Ciborgue, “Os Fantasmas de Lemnos”.

Possessão Alienígena trará contos de vários autores brasileiros, todos ilustrados por Vagner, que é também autor de uma série de imagens em preto e branco incluídas no livro. Essas imagens perturbadoras compõem a narrativa visual da invasão biológica do corpo humano por uma entidade alienígena. No site, o visitante encontra um exemplo dessas imagens.

Note ainda, no site, as ilustrações de capa dos livros Glória Sombria e Shiroma, Matadora Ciborgue, e outras artes feitas por Vagner Vargas para o Universo GalAxis.

–Roberto Causo

 

 

Arte: Vagner Vargas

Possessão Alienígena. Arte: Vagner Vargas

 

  3 comentários para  “Novidades no site de Vagner Vargas

  1. 2 de Janeiro de 2017 a 19:17

    O trabalho do Vagner é mesmo ótimo!

    • 2 de Janeiro de 2017 a 20:24

      Versátil, inteligente e sensível. Uma arte como a destacada faz algo que é uma potencialidade da ficção científica — redefinir as nossas noções do que é beleza, humanidade e estranhamento. Eu me apaixonei.

  2. 2 de Janeiro de 2017 a 21:04

    Olá, Causo! Sim, foi justamente por isso que convidei o Vagner Vargas para esse projeto, assim como você, Tibor Moricz, Marcelo Bighetti, Miguel Carqueija, Estevan Lutz, Jorge Luiz Calife e Mustafa Ibn Ali Kanso. Somente os melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *