Novo Livro de Contos de Roberto Causo: “Brasa 2000”

Em junho de 2020, a Editora Patuá enviou pelo correio os primeiros exemplares vendidos de Brasa 2000 e Mais Ficção Científica, a coletânea de contos de Roberto Causo incluída na respeitada coleção Futuro Infinito, editada por Luiz Bras.

 

Arte de capa de Teo Adorno.

Com 204 páginas, Brasa 2000 e Mais Ficção Científica é dividido em quatro seções: “Aqui, Agora, Futuro Próximo”, “Tupinipunk”, “Steampunk” e “Space Opera”, reunindo um total de 11 histórias. Abrindo com “Infiltrado”, publicado originalmente em 1992, e fechando com “Tengu e os Assassinos” (2013), uma noveleta pertencente à série As Lições do Matador, do Universo GalAxis, o livro é uma amostra dos trinta anos de carreira do escritor na ficção científica.

O conto “Brasa 2000” (2006), que dá título ao livro, é uma história de guerra futura publicada na Argentina, Brasil, Cuba e Espanha, tendo aparecido em duas antologias internacionais de ficção científica latino-americana.

A Coleção Futuro Infinito, com dois anos de existência, apresenta títulos de Fábio Fernandes, Braulio Tavares, Claudia Dugim, Marco Aqueiva, Ivan Carlos Regina e Michel Peres.

Apresentando capa de Teo Adorno, no mesmo padrão de capas de todos os livros da Futuro Infinito, Brasa 2000 e Mais Ficção Científica apresenta texto de orelha de Marcello Simão Branco, a coletânea traz ainda texto de contracapa de Nunes Dias, sublinhando a versatilidade de Causo:

“Dos muros pixados por um cangaceiro jedi num corrompido bairro do Morumbi às etnias resguardadas do colapso financeiro nos fundões da Amazônia, das hordas marcianas invadindo os subúrbios cariocas nos estertores do século dezenove à cultura oriental que refloresce resguardada num planeta distante… A antologia Brasa 2000 nos presenteia com um vislumbre panorâmico da produção de Roberto de Sousa Causo, um dos autores mais importantes da ficção científica brasileira. À space opera, ao steampunk e à FC tradicional e sua miríade de tropos junta-se o aguerrido tupinipunk, termo cunhado pelo próprio Causo. As histórias contidas aqui — incluindo um conto antológico reunindo o capitão Jonas Peregrino e a assassina ciborgue Shiroma — homenageiam as influências clássicas, torcem as rédeas monótonas da realidade e oferecem ótimos momentos de uma voz autenticamente brasuca.” —Nunes Dias. Na contracapa de Brasa 2000 e Mais Ficção Científica.

O livro está disponível para compra na loja virtual da Patuá.

  2 comentários para  “Novo Livro de Contos de Roberto Causo: “Brasa 2000”

  1. Branca Maria de Paula
    28 de junho de 2020 a 10:50

    Adorei, Roberto, e já estou viajando no Universo GalAxis. Próximo passo, encomendar seu livro para a Patuá. Tomara que o Eduardo fique esperto!

    • 28 de junho de 2020 a 14:50

      Oi, Branca. Bom te ver aqui, seja bem-vinda! Legal você já conhecer o editor e proprietário da Editora Patuá. Agradeço seu interesse em adquirir o Brasa 2000 e Mais Ficção Científica. No livro há uma história do Universo GAlAxis, “Tengu e os Assassinos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *